Os animais da serra também precisam de ajuda

Amigos,

Como todos sabem a situação na Região Serrana é desesperadora. Graças a Deus, os animais do G.A.R.R.A. estão bem, em segurança e sob os nossos cuidados. Ainda não fomos e se Deus quiser, não seremos atingidos por essa catastrofe que está deixando a todos desesperados.

Tentei hoje ir até o Vale do Cuiabá, para ajudar alguns animais, mas não consegui entrar, amanhã tentarei novamente. Nossa maior preocupação são com os animais de Friburgo e Teresópolis.

Em Teresópolis nossa querida Lisbela (foto), resgatada da Casa da D. Rosa está na casa da Sabrina uma amiga muito querida, que ofereceu lar temporário para quatro animais.
Por conta da campanha de adoção três estão comigo, em minha casa (Petrópolis). Não temos notícias da Sabrina e seu marido, que moram na Granja Mafra, um dos locais atingidos gravemente por essa catástrofe.

Eu Renata Prieto, fundadora do G.A.R.R.A. gostaria de pedir pessoalmente a cada amigo que apóia o trabalho do G.A.R.R.A., que revertam suas ajudas a uma grande amiga e protetora, uma pessoa séria e muito honesta que tem sob sua responsabilidade a ONG ESTIMAÇÃO.

Trata-se da protetora Bebete de Teresópolis, a cidade mais afetada por toda essa catástrofe, que tem cerca de 600 ANIMAIS SOB SEUS CUIDADOS. O site da ONG Estimação é:  http://www.estimacao.org/

Apesar de nossa crise financeira, o nosso desespero não chega aos pés do desespero dos amigos e protetores de Teresópolis. A Equipe do G.A.R.R.A. está a postos para ir até Teresópolis para que possamos tentar ajudar, mas as passagens nas estradas estão bloqueadas, não temos como ajudar com alimento ou qualquer outro tipo de socorro que se faça necessário.

As contas para ajudar financeiramente a ONG ESTIMAÇÃO são:
Banco Itaú – 341
Agência: 6103
Conta Corrente: 19918-5
CNPJ- 08.996.430/0001-17
ONG ESTIMAÇÃO

Banco Itaú 341
Agência: 7037
Conta Corrente: 01416-9
CPF: 402.923.807-63
Maria Elizabete L. Filpi

Peço a todos que abram seus corações, que se coloquem no lugar de todos que estão nesse momento com suas vidas em risco, mas ainda lutando pelos animais. Não podemos deixar de ajudá-los, precisamos que alguém nos empreste temporáriamente um GALPÃO ou um espaço onde possamos alojar os animais, muitos estão nas ruas, mutilados, feridos, desesperados por terem perdido suas famílias e precisam de ajuda.

Mais uma vez, peço a todos que conhecem e apóiam o G.A.R.R.A. que ajudem de alguma maneira. Os telefones de contato da Bebete são: Bebete: (21) 2642-1951 – 8790-7772. Abaixo, uma mensagem enviada pela propria Bebete explicando resumidamente a situação:

“Amigos, fiquei 72 horas sem luz e portanto, sem computador. A situação aqui está literalmente caótica!!!!!! O sítio onde tenho os animais está ilhado, sem qq acesso.
Tive notícias através de uma pessoa que veio a pé do sítio pela Teresópolis-Friburgo, já que a Rio/Bahia está interditada e as pontes que ligam a estrada do sítio à Rio/Bahia ruiram devido à força das águas (um verdadeiro tsunami). O sítio não tem luz nem qq meio de comunicação, até celular.

Pelo que fiquei sabendo ontem, 5 cães morreram, 3 canis foram esvaziados e os cães retirados sob risco de soterramento e o pior: o muro que sustenta vários canis que abrigam cerca de 300 cães está ameaçado de cair em virtude da pressão das águas do córrego que transbordou de uma forma impressionante. O muro até o momento que tive notícia, conteve a força das águas mas se a chuva continuar e o volume de águas na baixar, o pior poderá acontecer e os cães serão engolidos pela avalanche.

A ração dos cães acaba no sábado e não existe nenhum meio para transportar, pelo menos no momento, alimentos para lá. Não sei o que fazer. O pessoal do Rio está pedindo ajuda pela internet pq não tenho condições financeiras para arcar com as despesas que virão para reconstruir o abrigo.

Aqui na cidade, a coisa tb está feia. Estou tentando conseguir um galpão para abrigar os animais sem teto. A Bebel (Presidente da Suipa) já se comprometeu comigo a dar todo tipo de ajuda veterinária. Já esgotei todos os pedido às autoridades locais neste sentido.
Amanhã a Comissão de Meio Ambiente da Alerj virá para cá tentar conseguir algum tipo de ajuda uma vez que existem milhares de cães vagando sem rumo nas localidades atingidas pelas chuvas.

Estou há 48 horas sem dormir. Fiquei sabendo agora que as pessoas da Zona Rural que estão deixando suas casas estão entregando seus animais no sítio, inclusive cadelas parindo. Um horror!!!!! Torça por favor para os animais. Eles estão esquecidos e sequer sabem se defender.

Mto triste. bjs. Bebete

http://www.estimacao.org/

Mais uma vez, peço a todos os amigos que ajudem, divulguem, não podemos fazer nada diante de tanto sofrimento!

4 comments for “Os animais da serra também precisam de ajuda

  1. Flavia
    15 de janeiro de 2011 at 11:50 AM

    Divulgarei a mensagem para amigos.
    Tentei copiar o texto para repassá-lo, mas há impedimento….
    Boa sorte e saúde
    Parabéns pelo seu trabalho
    Flavia

  2. 15 de janeiro de 2011 at 11:16 PM

    ELES PRECISAM DE AJUDA PARA RESGATAR OS ANIMAIS. Entrem com URGENCIA em contato com o MARCOS 21 7898-8514/ *8*26579 que é o proprietario da Pet Shop ANIMALERIA na galeria dos correios do Jardim Botanico, ele está em contato direto com a Bebete em Teresopolis e passou todo o sabado junto com a Bebete resgatando os animais em Teresopolis.
    Como ele vai e volta de Teresopolis é uma forma de enviarmos mantimentos e materias necessários para esses animais como agua oxigenada, soro, materiais de acepcia, coleiras, guias, rações, aguas etc.

  3. 19 de janeiro de 2011 at 10:53 AM

    Gostaria de adotar um cão, mas não consegui acessar uma lista de animais para escolher o “felizardo”rsss, vi inclusive fotos de uns filhotes negros lindos, gostaria de saber se seria possível obter mais informações sobre o assunto.
    Grande abraço e parabéns pelo belo trabalho realizado, obrigado.

  4. 19 de janeiro de 2011 at 11:54 AM

    oi Ivanil, entre em contato com o pessoal do GARRA, acredito que eles tenham diversos animaizinhos precisando de cuidados e de adoção. Seguem os contatos: Tel: (21).9258-8445 / http://www.garranimal.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *